segunda-feira, 25 de abril de 2011

Páscoa de antes, Páscoa de hoje

Atualmente comemoramos a páscoa nos lembrando da morte e ressurreição de Cristo, que nos livrou do pecado e da morte, ou pelo menos essa é a essência...

Mas você sabia que a páscoa existe desde os tempos do velho testamento? Só que, obviamente, ela era comemorada de uma maneira diferente da que comemoramos hoje...

Nessa meditação, vamos estudar como era a páscoa de antes e qual a sua relação com a páscoa de hoje, vamos ver como o velho testamento explica o novo testamento e o plano de Deus para nossas vidas.


Páscoa de antes


No livro de Exôdo, Deus falou com Moisés e instituiu a páscoa, Ele repassou o que seu povo deveria fazer na noite da festa para que eles pudessem ser livrados do castigo que iria cair sobre o Egito. (Veja em Exôdo 12. 1-14, 21-28)

Vamos aqui ressaltar alguns tópicos a respeito da páscoa do velho testamento:

- Um cordeiro havia de ser morto, ele deveria ser sem defeito e as pessoas deveriam comer sua carne e reparti-la com os vizinhos se fosse necessário.

- Era preciso pegar um pouco do sangue do carneiro e passar nos batentes dos lados e em cima das portas, para que o anjo da morte que haveria de passar por ali distinguisse o povo de Deus e não os castigasse.

Assim era o ritual da páscoa no antigo testamento.

Antes de passar para o novo testamento e então observar a relação da páscoa de antes com a páscoa de hoje, vamos ver como o povo do velho testamento fazia para obter perdão de seus pecados.

No livro de Levítico, quando Deus estava repassando a Moisés as Leis que o povo deveria seguir, ele avisa que para que alguém obtivesse perdão de seus pecados seria preciso que se fizesse um sacrifício. (Veja em Levítico 4. 27-35)

Atente que:

- Nesse texto temos, mais uma vez, a citação a respeito de um cordeiro que deveria ser morto para que o pecado da pessoa que estivesse oferecendo o sacrifício fosse perdoado.

- O cordeiro que iria ser morto deveria ser sem defeito.

- A pessoa deveria colocar a mão sobre a cabeça do cordeiro. Esse ato simbolizava o pecado da pessoa passando para o animal, então quando o cordeiro morresse levaria a culpa e assim a pessoa ficaria livre e perdoada.

- O sangue do cordeiro deveria ser derramado no altar.


O velho testamento explica o novo testamento

O que vimos aqui foram dois rituais instituídos por Deus: A páscoa no antigo testamento cujo principal objetivo era livrar o povo de Deus da morte e o sacrifício para obtenção do perdão dos pecados. Em ambos, um cordeiro sem defeitos deveria morrer em favor do povo.

Pois é... mesmo o cordeiro não tendo nada a ver com a maldade ou o pecado povo, era ele quem morria e salvava a todos. Você consegue perceber a relação agora?

Lembre-se do que João Batista disse quando viu Jesus se aproximando:

"Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo". (João 1. 29)


O tempo é outro, o ritual é outro, mas no fundo a páscoa ainda significa a mesma coisa: Deus quer nos livrar da morte e do pecado através do sacrifício de seu único Filho, seu Cordeiro.

Jesus era puro, sem defeitos, sem culpa e sem pecados, mas enquanto morria naquela cruz recebeu sobre si todos os nossos erros e faltas. Ele foi sacrificado por nós, Ele morreu por nós...

"Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados". (Isaías 53. 5)


O plano de Deus



Quando Adão pecou, todos nós fomos condenados ao pecado e à morte! :(

"Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram". (Romanos 5. 12)

Mas Deus é amor e essa é a BOA NOTÍCIA do evangelho: O desejo de Deus é nos livrar dessa condenação e nos dar a vida eterna. Por isso, Ele tem um plano em nossas vidas...

"Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores". (Romanos 5. 8)

Em Cristo não estamos mais em condenação, fomos justificados pelo Seu sangue, Ele nos lava e nos purifica do mal. Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

"Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos". (Romanos 5. 19)

Agora nada mais precisa ser sacrificado, porque Jesus completou o plano de Deus para as nossas vidas, por meio da fé Nele podemos ser perdoados e libertos.


Jesus fez tudo por você...

Coloque sua esperança e sua fé em Cristo,

pois Ele ressuscitou para nos dar uma vida nova e abundante em Sua presença.

Faça parte do plano de Deus e deixe Jesus te lavar com Seu sangue.

Um comentário:

Felipe Paulo disse...

Bom dia Maria,é verdade bem parecido ,só que melhor explicado rsrs,lindo o entendimento que nos trás,adorei.
Sim ,sempre deixe seu link assim as pessoas irão te encontra e visitar como vi o blog PROJETO MMAA(http://projetomaa.blogspot.com/)está ti seguindo.
Muito bom,bjs ,Deus te ilumine e guarde e a toda sua casa!